Pular para o conteúdo principal

CIÊNCIA COMPROVA QUE EXISTE QI ESPIRITUAL

Ciência prova que existe QI Espiritual

No iní­cio do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um génio se não soubesse lidar com as emoções. A ciência começa o novo milénio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.
Drª Dana Zohar – Oxford
No livro QS – Inteligência Espiritual, lançado no ano passado, a fí­sica e filósofa americana Dana Zohar aborda um tema tão novo quanto polémico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado par a vida. Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado “Ponto de Deus” no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências espirituais das pessoas. O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Neewsweek e Fortune. Afirma Dana: “A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos numa cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual”.
Aos 57 anos, Dana vive em Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, coautor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em fí­sica pela Universidade de Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Technology (MIT), ela atualmente e leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para português. QS – Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho. Ela falou à EXAME em Porto Alegre durante o 300º Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suécia, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo. Eis os principais trechos da entrevista:
O que é inteligência espiritual?
É uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos. Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direção pessoal. O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos. É uma inteligência que nos impulsiona. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida. É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações.
De que modo essas pesquisas confirmam suas ideias sobre a terceira inteligência?
Os cientistas descobriram que temos um “Ponto de Deus” no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experiência espiritual. Tudo que influência a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.
Qual a diferença entre QE e QS?
É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação. A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular. Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afetam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.
Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes.

Segundo ela, essas pessoas:

1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo
2. São levadas por valores. São idealistas
3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade
4. São holísticas
5. Celebram a diversidade
6. Têm independência
7. Perguntam sempre “por que”?
8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo
9. Têm espontaneidade
10. Têm compaixão
Fonte:http://animuslibertus.wordpress.com/2012/05/04/ciencia-prova-que-existe-qi-espiritual/

Postagens mais visitadas deste blog

MEDICINA VIBRACIONAL OU MEDICINA QUÂNTICA

Medicina Vibracional ou Medicina Quântica"No mundo da medicina vibracional, a doença é causada não apenas por germes, substâncias químicas e traumas físicos, mas também por disfunções crônicas dos padrões de energia emocional e pelos maus hábitos de relacionamento da pessoa consigo mesma e com os outros. O caminho vibracional não usa bisturis e medicamentos de laboratório para tratar as doenças, mas sim diferentes formas de energia para produzir transformações curativas na mente, no corpo e no espírito do doente” (Richard Gerber - Medicina Vibracional: Uma medicina para o Futuro).

Medicina vibracional é um conceito e sugere que devemos estudar os fenômenos biológicos sob a ótica da física quântica. Atua no nível “vibracional” e assim trata os desequilíbrios antes que eles se tornem doenças instaladas além de ajudar a controlar problemas crônicos e de difícil solução. 

Leva em conta o fato de que somos feitos não apenas do corpo físico, mas de corpos energéticos sobrepostos a este. …

NÚMEROS QUE CURAM - OS CÓDIGOS DE GRABOVOI

NÚMEROS QUE CURAM - Códigos de Grabovoi
AS SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS DE CURA Lei da Atração
Em “Números que curam” Grigori Grabovoi reúne mais de mil doenças, e a cada uma é atribuído um número de 7, 8 ou 9 dígitos. Ao se concentrar em uma dessas sequências numéricas, a cura começa. Como algo tão simples pode ser tão eficaz?
A doença é um desvio por parte do organismo e cura supõe o retorno ao natural. Os números geram vibrações que podem ajudar o corpo a tomar o caminho de volta à normalidade.
A base do sistema é formada pelas sequências de números de sete dígitos. Para problemas mais específicos podem ser usados oito e nove dígitos.
A concentração no número ou números apropriados deve ser realizada pelo próprio paciente. Quando não tem um diagnóstico específico deve se concentrar na sequência numérica do capítulo que inclui doenças do mesmo tipo.
A concentração pode ser feita em qualquer momento e só pode ser realizada pelo paciente. Este, pode ver, imaginar ou escrever o número em questão, ou u…

ACUPUNTURA QUÂNTICA - CRISTAIS RADIÔNICOS

Fruto de 7 anos de pesquisas, os Cristais Radiônicos já são uma realidade entre nós. Nascido pelas mãos do engenheiro acupunturista Raul Breves. Estudioso de acupuntura desde 1980, professor especializado em diagnósticos eletrônicos no CEATA e escritor de 5 livros, era mais do que esperado que surgissem novos frutos de alguém tão dedicado a decifrar essa arte milenar. “Eles nasceram em 2008 quando tentei gravar em pequenos cristais auriculares o mesmo programa mental que utilizava em minhas sessões de acupuntura tradicional via radiônica - conta ele.

- De resto foi aprender a trabalhar com essa nova realidade. A minha primeira descoberta foi no aspecto de amenizar dores. Nunca tive tanto sucesso para processos álgicos. - Mas o mais surpreendente foi descobrir a atuação dos mesmos em questões psíquicas. Eles são extremamente poderosos para amenizar depressões, ansiedades, medos, preocupações... e em menos de 1 minuto!"  Diz Dr. Raul Breves, criador dos Cristais Radiônicos.


Os Cri…